sábado, 1 de maio de 2010

O que faltou ser

Postado por Juliana Mello às 18:23
Reações: 

A letra desta música é maravilhosa. Traduz uma parte dos meus sentimentos... Que não são muito bons a respeito de alguém. Ok, coisa do passado, mas há sentimentos que não se esquecem. Principalmente quando marcam tanto, quando certos sentimentos fazem com que sejamos roubados de nós mesmos. E foi assim que me senti durante um longo tempo...



Noite cai
Então o que chegou?
Noite vai
Então o que sobrou?

Olhar sem duvidar das promessas que eu ouvi
De amar, de ser um só, de nunca desistir
Não me escondo do medo de não me reerguer do silêncio de uma vida sem você
De tudo que faltou ser...

Noite cai
Por que não traz pra mim?
Noite vai
Não leva o que eu vivi...

Enquanto mesmo longe eu te senti aqui
Enquanto a verdade soube conduzir
Não me escondo do medo de não me reerguer do silêncio de uma vida sem você
De tudo que faltou ser

Se tudo que eu sou foi sempre seu
E agora você levou tudo que eu sabia de mim
E agora?

Não me escondo do medo de não me reerguer do silêncio de uma vida sem você
De tudo que faltou ser

http://4.bp.blogspot.com/_-v7nVhXnPEc/Sodl1erJu0I/AAAAAAAAAZA/CMwSXI9t4gw/s1600-h/siga-me-twitter.jpg

0 comentários on "O que faltou ser"

Postar um comentário

Olá! Obrigada pela sua visita. É muito importante saber a opinião dos meus leitores, portanto, comentem, façam suas críticas para que este Blog fique cada dia mais interessante. Beijos a todos...

sábado, 1 de maio de 2010

O que faltou ser

A letra desta música é maravilhosa. Traduz uma parte dos meus sentimentos... Que não são muito bons a respeito de alguém. Ok, coisa do passado, mas há sentimentos que não se esquecem. Principalmente quando marcam tanto, quando certos sentimentos fazem com que sejamos roubados de nós mesmos. E foi assim que me senti durante um longo tempo...



Noite cai
Então o que chegou?
Noite vai
Então o que sobrou?

Olhar sem duvidar das promessas que eu ouvi
De amar, de ser um só, de nunca desistir
Não me escondo do medo de não me reerguer do silêncio de uma vida sem você
De tudo que faltou ser...

Noite cai
Por que não traz pra mim?
Noite vai
Não leva o que eu vivi...

Enquanto mesmo longe eu te senti aqui
Enquanto a verdade soube conduzir
Não me escondo do medo de não me reerguer do silêncio de uma vida sem você
De tudo que faltou ser

Se tudo que eu sou foi sempre seu
E agora você levou tudo que eu sabia de mim
E agora?

Não me escondo do medo de não me reerguer do silêncio de uma vida sem você
De tudo que faltou ser

0 comentários:

Postar um comentário

Olá! Obrigada pela sua visita. É muito importante saber a opinião dos meus leitores, portanto, comentem, façam suas críticas para que este Blog fique cada dia mais interessante. Beijos a todos...

 

Meu Manuscrito Copyright © 2009 Paper Girl is Designed by Ipietoon Sponsored by Online Business Journal